simulacaoTodos os dias interagimos com produtos que são criados, modelados e têm o seu comportamento simulado em computador. É possível encontrá-los por toda parte. Eles estão em nossas casas, nas ruas da cidade, nos oceanos e mares e até mesmo no céu. Por onde quer que passemos, algo foi projetado e simulado por computação.

O avanço da simulação está relacionado a evolução de hardware e de software, mas a formação de recursos humanos é fundamental para o seu desenvolvimento. Logo, o meio acadêmico tem um papel importante no progresso de novas tecnologias.

É nas universidades que os pesquisadores estabelecem os modelos matemáticos dos fenômenos físicos e os algoritmos de aproximação, como por exemplo os elementos finitos. Cientistas desenvolvem softwares inovadores e engenheiros empregam esses softwares na análise de resultados e tomada de decisão.

A simulação computacional também está ao alcance de todas as empresas, para isto são necessárias a infraestrutura, as condições técnicas e os profissionais adequados.

Atualmente, a engenharia conta com softwares especializados no desenvolvimento de novos produtos. Essa tecnologia é conhecida como CAE (Computer Aided Engineering ou Engenharia Assistida por Computador) e engloba toda uma série de sistemas que auxiliam o profissional desde a análise da física básica até sistemas mais complexos. Apesar de simplificar o processo de desenvolvimento de projetos, a correta operação deles requer conhecimento nas ciências físicas e capacidade de abstração para criar um modelo computacional a partir do mundo real.

A simulação computacional na engenharia eleva a qualidade dos produtos, reduz o custo e tempo de projetos, racionalizando a execução de testes e experimentos.

ass