Indústria 4.0

Governo Federal lança plano para impulsionar a indústria 4.0

12A Câmara Brasileira da Indústria 4.0 – coordenada pelos ministérios da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e da Economia (ME) e lançada em abril deste ano – construiu um Plano de Ação para aumentar a competitividade e a produtividade das empresas brasileiras por meio da manufatura avançada.

O Plano de Ação, com validade para o período de 2019 a 2022, tem a finalidade de ser um instrumento indutor do uso de conceitos e práticas relacionados à indústria 4.0, buscando o aumento da competitividade e produtividade das empresas brasileiras, contribuindo para inserção do Brasil nas cadeias globais de valores e, consequentemente, melhorando sua posição em índices globais de competitividade.

Para alcançar este objetivo, o Plano lista ações e iniciativas para superar os desafios elencados pelos Grupos de Trabalho(GTs) da Câmara I4.0:

– Aumentar a competitividade e produtividade das empresas brasileiras por meio da Indústria 4.0;
– Melhorar a inserção do Brasil nas cadeias globais de valor;
– Introduzir o uso de tecnologias da Indústria 4.0 nas pequenas e médias empresas;
– Garantir instrumentos para que soluções de empresas de base tecnológica, startups e integradoras possam ser ofertadas e disponibilizadas diretamente às empresas;
– Assegurar estabilidade e volume de recursos a custo adequado para implementação de iniciativas para a Indústria 4.0;
– Identificar e desenvolver soluções para a Indústria 4.0 adequadas às empresas do parque produtivo brasileiro;
– Evitar a sobreposição de esforços individuais de instituições públicas e privadas para solucionar necessidades e demandas da Indústria 4.0 no Brasil.

Para implementação do Plano de Ação, o esforço público e privado deverá estar orientado para executar ações e iniciativas distribuídas pelos seguintes temas: Desenvolvimento Tecnológico e Inovação; Capital Humano; Cadeias Produtivas e Desenvolvimento de Fornecedores; e Regulação, Normalização Técnica e Infraestrutura. Para todos esses temas foram previstas formas de financiamento e de fomento para inserir as empresas no ambiente da indústria 4.0.

O plano deve ser avaliado e revisado periodicamente e a implementação das ações e iniciativas será de responsabilidade das 30 instituições que atuaram na sua formulação.

ass

%d bloggers like this: