Inteligência Artificial

Só porque você “trabalha com pessoas” não significa que seu trabalho não vai mudar com a Inteligência Artificial

inteligencia_artificial_rhOs gerentes de Recursos Humanos (RH) frequentemente enxergam seu trabalho como algo relacionado apenas a lidar com pessoas, conhecendo-as bem, lendo seus sinais emocionais e reagindo com empatia. E esse trabalho relacionado a “apenas pessoas” fazem muitos desses gerentes concluírem que a Inteligência Artificial (IA) pode até colocar empregos em risco, mas não os deles.

E será que isso é verdade? Lamento dizer que não! Os trabalhos de RH quase certamente serão afetados pela IA.

Popularmente ainda predomina uma visão popular que as máquinas inteligentes são ameaças e são caracterizadas pelo distanciamento emocional ou pela luta para interpretar as emoções humanas. O que nos leva a acreditar que um robô nunca poderá atuar na área de recursos humanos, certo?

Errado! Os recentes desenvolvimentos em IA não se limitam a apenas automatizar o que um ser humano pode fazer.  O que os avanços atuais em aprendizado de máquina e redes neurais fazem é prever melhor, com mais rapidez e menos custo.

Mas o que isso tem a ver com o trabalho de RH?

Fazer boas previsões é a essência de um bom trabalho de um gerente de RH. Os gerentes de RH precisam prever se o currículo de um candidato vale a pena ser entrevistado. Eles têm que prever se, com base nessa entrevista, um candidato pode ser apropriado para um trabalho. Eles têm que prever se uma avaliação de desempenho indica que um funcionário deve receber um aumento salarial ou uma promoção.

Embora um trabalho que envolva contratar pessoas possa parecer que requer intuição humana, as estatísticas objetivas se mostram mais eficazes.

Máquinas de previsão alimentam dados e, no espaço de RH, os dados estão disponíveis. Com base nisso, algoritmos cada vez mais complexos serão gerados para ajudar os departamentos de RH com suas previsões. Ao fazê-lo, isso poderia reduzir os erros e o tempo na avaliação das pessoas. Resumindo: esses algoritmos têm o potencial de serem melhores e mais rápidos do que as pessoas nessas tarefas.

Isso significa que a IA quase certamente afetará os trabalhos de RH. Mas também há boas notícias: à medida que os empregos se transformam para acompanhar novas tecnologias, isso expõe o verdadeiro elemento humano por trás desses empregos. Pode ser que um rosto humano ainda seja necessário para transmitir a notícia, mesmo que seja uma máquina que gera as notícias.

ass

%d bloggers like this: