Inteligência Artificial

O que é real na Inteligência Artificial de hoje?

33333Se você vem acompanhando blogs de tecnologia ou outros meios de notícias do setor, já deve ter percebido que a Inteligência Artificial (IA) começou a se caracterizar como uma propaganda, convencendo-nos que é a única tecnologia capaz de resolver todas as necessidades e salvar a todos nós. Mas aí devemos questionar: será que é isso tudo mesmo? Nesse turbilhão de informações e conclusões que recebemos diariamente, o que realmente é verdade?

Acredito que você concorde comigo que realmente é possível realizar coisas incríveis com técnicas baseadas em IA. Mas o ponto de discussão é a terminologia, pois não estamos incorporando o significado completo do termo “inteligência”. A inteligência implica em um sistema com o qual os humanos podem ter uma conversa criativa – um sistema que tem ideias e que podem desenvolver novos pensamentos. Hoje, a Inteligência Artificial geralmente descreve a implementação de alguns aspectos das habilidades humanas, como reconhecimento de objetos ou fala, mas certamente não todo o potencial da inteligência humana.

Então, o termo “Inteligência Artificial” provavelmente não é a melhor maneira de descrever a “nova” tecnologia de aprendizado de máquina que estamos usando hoje. De qualquer forma, embora o aprendizado de máquina ainda não seja sinônimo de inteligência de máquina, certamente se tornou mais poderoso, mais capaz e mais fácil de usar.

Atualmente, a IA ou o aprendizado de máquina são frequentemente representados como tecnologias relativamente novas que amadureceram repentinamente. Há uma crença geral de que a criação de produtos autônomos ocorreu apenas nos últimos anos. Na realidade, os desenvolvimentos importantes na inteligência artificial não são novos. A IA de hoje é uma continuação dos avanços alcançados nas últimas duas décadas.

Sim, podemos treinar uma rede neural muito mais complexa em dezenas de milhões de imagens para reconhecer animais, rostos e outros objetos complexos. E podemos implantar modelos de deep learning para automatizar tarefas e decisões nos principais aplicativos de negócios.

Isso pode parecer inteligência real, mas é importante observar que, sob esses sistemas, estamos simplesmente ajustando parâmetros matemáticos, embora bastante complexos. Como assim Rodrigo?

A Inteligência Artificial não questiona, os seus métodos apenas aprendem com o que lhes é apresentado. Os sistemas não funcionam como as crianças que fazem perguntas insistentemente aos adultos para entender o mundo ao seu redor. O sistema sabe apenas o que recebeu. Ele não reconhecerá nada do que não tenha sido informado anteriormente.

Os sistemas de IA de hoje não têm esse entendimento profundo. O que temos agora é uma inteligência superficial com a capacidade de imitar habilidades isoladas de reconhecimento humano e, às vezes, superar os humanos nessas tarefas isoladas. Treinar um sistema com bilhões de exemplos é apenas uma questão de ter os dados e obter acesso a recursos computacionais suficientes.

Provavelmente a propaganda de ” salvar o mundo” da Inteligência Artificial não seja tão verdade assim. Mas talvez conseguiremos que a IA seja uma ferramenta incrível para os profissionais usarem para fazer seus trabalhos de forma mais ágil e eficaz.

ass

%d bloggers like this: