IAUm sistema de Inteligência Artificial (IA) que foi considerado “perigoso demais” para ser lançado ao público, agora está disponível para todos.

O GPT-2, desenvolvido pela OpenAI, funciona analisando um trecho de texto fornecido pelo usuário, a entrada, e produz uma saída relacionada. Mas outros sistemas de geração de texto já fazem isso, então qual seria o “problema”?

Ao contrário dos outros sistemas, que combinam frases e expressões pré-definidas com regras gramaticais rígidas, o GPT-2 é capaz de “improvisar” o texto de acordo com a entrada. E a sua precisão intimida, tanto do ponto de vista da consistência gramatical quanto ao estilo.

Por conta dos resultados surpreendentes, OpenAI decidiu lançar o GPT-2 aos poucos, permitindo que pesquisadores estudassem e se acostumassem com sua capacidade gradualmente.

O modelo completo usado para o treinamento da Inteligência Artificial, conhecido como 1.5B, contém 1,5 bilhões de parâmetros. Inicialmente foram lançados 124 milhões deles, seguidos de 335 milhões e 774 milhões. Quanto mais parâmetros no modelo, mais preciso e “humano” é o texto.

A desenvolvedora do GPT-2 tem receio que esta IA seja utilizada para fins perigosos, como a produção de fake news bastante convincentes.

Por enquanto o GPT-2 só é capaz de gerar textos em inglês. É possível experimentar uma versão completa do sistema online no endereço https://talktotransformer.com/, rodando com todos os 1,5 bihões de parâmetros. Mas já vou avisando, você vai se surpreender!

ass

<span>%d</span> bloggers like this: