Inteligência Artificial

Inteligência Artificial no combate ao envelhecimento humano

envelhecimento_inteligencia_artificialDr. Aubrey de Grey, gerontologista britânico especializado no combate ao envelhecimento, acredita que tem 50% de chances de viver até os 150 anos, enquanto as futuras gerações podem chegar até os mil anos. Especialista em biologia molecular, ele vem se destacando nos últimos anos como uma das mentes mais ativas na busca por terapias contra o envelhecimento.

O cientista veio ao Brasil recentemente para o lançamento do seu livro “O fim do envelhecimento: os avanços que poderiam reverter o envelhecimento humano durante nossa vida”, escrito em 2007. Na passagem pelo país, conversou com empresários brasileiros sobre a sua pesquisa.

Há dois anos ele concentrava boa parte do seu tempo à frente da SENS Research Foundation, organização fundada por ele em 2009 e localizada no Vale do Silício, com objetivo de desenvolver terapias em medicina regenerativa. Essas terapias matam as células que perderam a habilidade de se dividir, permitindo que as saudáveis possam se multiplicar e reabastecer o tecido antes danificado. O que, aplicado em escala para todas as doenças, nos daria a possibilidade de viver melhor e por muito mais anos.

A diferença, entretanto, é que nos últimos anos ele ganhou alguns reforços de peso, como startups focadas exclusivamente na gerontologia (ciência que estuda o processo de envelhecimento) e ferramentas de inteligência artificial (IA) que têm acelerado os resultados de seus estudos e atraído novos investidores.

Dr. Aubrey de Grey comentou sobre o impacto da IA no seu trabalho, afirmando na última década, especialmente nos últimos anos, houve um progresso intenso. Destacou que no campo da saúde, ficou muito mais simples estudar redes neurais em larga escala, o que facilitou o desenvolvimento de remédios que podem ser usados na luta contra o envelhecimento. E isso é algo que deve continuar a crescer ainda mais nos próximos anos.

Ele acredita que a inteligência artificial afetará radicalmente a forma como as pessoas se relacionam com o trabalho, principalmente por conta da automação. A tecnologia vai criar um cenário completamente diferente: menos trabalho e expectativa de vida mais longa. E ressaltou que tem certeza a automação vai ajudar a humanidade a ter mais qualidade de vida.

ass

 

%d bloggers like this: